Boys World pode te lembrar o nome de um grupo de garotos, já que a tradução literal quer dizer “mundo dos meninos”, mas isso está bem longe de ser o que a verdadeira Boys World é.

Trazendo a força, atitude e o empoderamento feminino, Elana CaceresLillian KayMakhyliOlivia Ruby e Queenie Mae uniram seus talentos e determinações em um só grupo. E se você ainda está se perguntando o motivo desse nome, então fique sabendo que o verdadeiro significado de “Boys” nesse caso é “Best Of Yourself”, ou seja, “o melhor de si mesmo”. E isso é o que elas pregam e entregam, tanto na música e em suas redes sociais como, é claro, o mais importante – na vida.

Febre Teen / Mateus Aguiar

As cinco garotas, que se tornaram grandes amigas e confidentes além de colegas de grupo, nem sabiam da existência uma da outra antes da Boys World, já que cada uma morava em um cidade diferente dos Estados Unidos. Mas o destino – mais precisamente chamado de gravadora – fez com que o talento inegável dessas garotas, que postavam apenas covers em suas redes sociais, se unisse para ser espalhado para o mundo.

“Eu não acho que nenhuma de nós “imaginava” ser parte de um grupo de garotas, no entanto, estamos tão felizes que funcionou dessa forma. Tudo pareceu tão certo para nós”, contou Olivia Ruby e Makhyli.

Febre Teen / Mateus Aguiar

Mas todo sonho precisa de esforços para se realizarem, e não foi diferente com elas. Deixar toda uma vida para trás em suas cidades natais para viverem juntas em Los Angeles, sem nem mesmo se conhecerem, não foi nada fácil. E é claro que ainda teve toda a desconfiança dos pais quando elas foram contatadas pela gravadora por DM no Instagram.

Olivia: “Muitas de nós ainda éramos menores na época, então eles faziam perguntas e ficavam desconfiados (como qualquer pai faria) para ter certeza de que seus filhos estavam em boa situação, o que felizmente estavam. Minha situação era definitivamente diferente porque eu era adulta [18] e podia tomar minhas próprias decisões sem meus pais. Na verdade, eu deveria voltar para casa em Ohio em um vôo com minha mãe, mas nunca voltei. Eu entrei no grupo e nunca mais olhei para trás! Eu vivi com uma mala por um mês até que minha mãe despachou minhas roupas para a Califórnia; tempos loucos.”

Queenie: “Todas nós tivemos nossas diferentes experiências em sentir falta de nossas famílias, algumas tiveram tempo para se preparar mentalmente, enquanto outras não tiveram tanto tempo. Embora no final do dia tenha sido um grande desafio para nós estarmos longe de casa e da família, saber que podemos perseguir nossos sonhos, ainda mais com as outras garotas, faz com que valha a pena!!”

E o primeiro encontro do grupo ficará sempre em suas memórias, porque foi cheio de surpresas e não faltou aquela conexão instantânea de ver que seus sonhos estavam sendo realizados bem ali na frente delas.

Olivia: “A melhor coisa sobre todas nós finalmente estarmos em uma sala juntas foi estar no estúdio pela primeira vez. Todas nós ouvimos as vozes umas das outras e, finalmente, conversamos como um todo.”

Febre Teen / Mateus Aguiar

No entanto, formar um grupo com pessoas que nunca haviam se visto antes não é nada fácil e elas tiveram que trabalhar muito para entrar em sincronia em relação a suas vozes, harmonizações, dança e, é claro, definir o estilo da Boys World.

Queenie: “Nosso primeiro ano de desenvolvimento artístico veio com seus altos e baixos. Quando se tratava de nossos estilos, não era difícil nos diferenciar, porque todas nós éramos naturalmente diferentes na forma como nos vestíamos. Aprender a harmonizar e dançar juntas foi um desafio porque éramos todas muito diferentes, o que significava estilos diferentes de dançar e cantar. Queremos ser únicas à nossa maneira, mas ainda assim sermos capazes de nos unir e nos mover ou soar como uma unidade.”

 

O processo de adaptação e desenvolvimento foi feito cuidadosamente e depois de mais de um ano que já estavam juntas, ElanaLillianMakhyliOlivia e Queenie começaram a soltar as músicas de seu primeiro EP, “While You Were Out“. Entre as cinco canções, a escolhida para ser o single de estreia do grupo foi “Girlfriends“. Com uma letra super girl power e que fala sobre a amizade vir em primeiro lugar e uma coreografia poderosa e viciante, ela com certeza foi um tiro certeiro para mostrar quem realmente são e que o grupo tem uma grande força para se estabelecer e ganhar cada vez mais reconhecimento na indústria da música.

Queenie:“Nós realmente queríamos ter certeza de que tínhamos química e construímos uma conexão verdadeira antes de lançar qualquer música! Nós achamos que o tempo que gastamos ajudou nosso desenvolvimento e a verdadeira ligação realmente se mostra em nossa música! Acho que esperar até que estivéssemos realmente confiantes ajudou bastante!”

“‘Girlfriends’ é um hino feminino tão poderoso e divertido, que queríamos que ela fosse como nossa introdução ao mundo, sobre quem somos. Foi muito difícil escolher entre todas as músicas, mas esta fez muito sentido para nós e estamos gratas por ter começado com ela! Era para ser”

Febre Teen / Mateus Aguiar

Elas podem ter ficado esse tempo todo sem lançar música, mas criaram centenas de conteúdos nesse meio tempo para ir alimentando suas redes sociais, principalmente o TikTok, o que foi uma jogada perfeita, pois assim começaram a construir uma base de fãs sólida antes mesmo de lançar suas canções originais.

Makhyli: “O TikTok e as redes sociais em geral foram uma parte CRUCIAL do nosso crescimento como grupo e pudemos mostrar às pessoas quem realmente somos no dia a dia. Adoramos que as redes sociais nos permitem ser tolos e, ao mesmo tempo, mostrar o nosso talento!”

A grupo ainda deixou uma dica para quem está pensando em seguir nesse mesmo caminho: “Nosso conselho é continuar. Postar de forma consistente. Não importa o quão “idiota” você pense que algo possa ser, você nunca será ótimo se não começar de algum lugar.”

Febre Teen / Mateus Aguiar

E foi assim, antes mesmo de lançarem suas canções, que a Boys World conquistou o coração de muitos brasileiros. Uma base de fãs aqui do nosso país começou a surgir assim que as meninas mostraram uma constância com conteúdos nas redes sociais. E desde então o apoio que o fandom daqui tem dado para as garotas – com divulgação, subindo tags e muito mais – é algo incomparável e elas sabem bem disso.

Makhyli:Percebemos desde o início! Especialmente no Twitter. Vemos tudo o que eles fazem por nós. Desde sair pela cidade pendurando pôsteres da Boys World, até se reunirem para fazer vídeos com letras feitos por fãs. Agradecemos tudo o que eles fazem por nós e sempre terão um lugar especial em nossos corações.”

Febre Teen / Mateus Aguiar

Mas ser um girlgroup nos tempos de hoje, onde muitos fizeram um estrondoso sucesso e depois nos deixaram como Spice Girls, Destiny’s Child e Fifth Harmony, vem com o peso da comparação. Porém, isso não é nenhum problema para as meninas da Boys World, que se inspiram em muitas delas.

Elana: “Somos muito comparadas as Spice Girls e é uma honra! Grupos de meninas pavimentaram o caminho antes de nós e somos gratas. Todas são mulheres tão poderosas e fortes! Estamos constantemente crescendo e aprendendo com elas e a Boys World está animada para trazer algo novo para a mesa!”

E parte desse “algo novo” já está entre nós! Apesar do lançamento recente do primeiro EP, que chegou às plataformas digitais no dia 9 de abril, as meninas não demoraram para anunciar uma nova era. Tudo começou com o lançamento do single “All Me” em maio, e agora elas estão dando continuidade com o mais novo single, “Something in the Water“, lançado nesta sexta-feira, 20 de agosto.

Lillian: “Você sempre pode dizer quando estamos fazendo algo novo se mudarmos nosso cabelo. ‘All Me’ parecia que estávamos tentando algo novo, mas também foi uma espécie de final para o ‘While You Were Out’, então tinha alguns atributos do EP. Com ‘Something in the Water’, estamos realmente tentando algo novo. Parece um pouco mais velho, um pouco mais dark, mas ainda assim divertido e vibrante. Adoramos experimentar coisas novas e continuar a descobrir o som do Boys World!”

E é claro que elas não param de trabalhar e têm muito para mostrar ao mundo ainda. Músicas novas estão a caminho e a ansiedade já bate para ouvir o que mais elas preparam para essa nova era. E também ficamos aqui imaginando como seria um show delas, mas parece que esse é um sonho um pouco mais distante ainda.

Lillian: “Estamos sempre fazendo mais música! Estivemos muito no estúdio recentemente, então definitivamente esperamos algumas coisas novas! É um grande objetivo para nós sair em turnê, mas ainda não temos planos definidos!”

Com certeza esse é só o começo de algo brilhante que as meninas continuarão conquistando, cada vez mais, com a Boys World. Um grupo, formado em plena pandemia, tem muito o que viver e experienciar ainda e com certeza estaremos aqui para presenciar e comemorar cada novo passo do grupo.

Febre Teen / Mateus Aguiar

NA MIRA – FEBRE TEEN
Boys World

Produção
Karen Cesar (@karencesar_)
Fotografia e Edição
Mateus Aguiar (@mateusaguiar)
Entrevista:
Karen Cesar (@karencesar_)
Matéria:
Karen Cesar (@karencesar_)
Edição de Vídeo:
Karen Cesar (@karencesar_)